Loading...

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Para trás...é que é Portugal!

É interessante observar que a tão exultada inoperância situacionista, conservadora e reaccionária que assola o país, padece de uma calcificação excessiva numa das secções superiores do frontispício, qual fera taurina que, por desproporção córnea, marra sempre para a esquerda. Alguns "adamastores" tentam infatigavelmente propalar uma nova "Taprobana", só ultrapassável por uma revolucionária expedição cuja rota pende sempre para a direita, e dotada de um novo comandante, em trono sentado, de crânio coroado, e com manto tapado. Gostava a propósito de saber, quem são os revolucionários que querem operar tão sofisticadas e indispensáveis alterações à constituição, melhorar o estado de forma a o tornar irreversivelmente eficaz, produzir uma nova lei eleitoral que consiga, por si só, arrancar dos sofás, esse imenso e lascista traseiro em que se transformou a (in)consciência cívica portuguesa, ou voltar a devolver ao país uma grandeza, orgulho e sentido patriótico que só alguma vez existiu, porque à boa maneira nacional, algumas cabeças teimosas e audazes fizeram espalhar o nosso nome pelos quatro cantos do mundo, na ausência de visionários que, ao invés de passarem séculos a ostentar coroas e mantos, tinham a seu cargo a tarefa de fazer as grandes descobertas dentro do seu próprio país? QUEM?!!! A "Liga Orangina", que agora acabou de retirar da sua proposta de revisão constitucional todas as aberrações que constituíam, em boa verdade, o seu único ponto de interesse (nada situacionista)? O "Ouro sobre Azul", que visto à lupa,não é mais que o reflexo liberal do Bloco de Esquerda, e que debita alarvidades inconsequentes, sem sequer ter a coragem de avançar com propostas que não façam doer a barriga de tanto rir a um miúdo do 1º ciclo? Um Duarte, cujo "Dom" ainda ninguém descobriu, a não ser aqueles que, em desespero de causa (compreensível, aliás), acreditam que semelhante figura conseguiria impor sentido de estado a alguém neste país, para além dos limites da sua própria residência? Um bêbado sonhador, tem mais de equilibrista, do que qualquer sóbrio inerte!

Sem comentários:

Enviar um comentário